Insuspeito

Ambiente e Urbanismo. E-mail: nunomarques2009@gmail.com. Também no FACEBOOK, em www.facebook.com\nunomarques2009.

29 janeiro 2008

Vedação da via férrea deve cumprir plano da Meia-Praia

Os vereadores eleitos pelo PSD/Lagos, Nuno Marques e Saul Baptista, visitaram a obra de vedação do caminho de ferro, em curso na Meia-Praia, Lagos, e alertam para o facto da mesma poder estar a ser realizada em desconformidade com o Plano de Urbanização em vigor. Em causa está a localização dos acessos à praia, a necessidade de dissimulação da rede metálica com espécies arbustivas ou taludes com vegetação adequada e a obrigatoriedade dos novos atravessamentos terem de ser desnivelados.
Ver notícia no Canallagos, clicando aqui.

25 janeiro 2008



Para ampliar clique na imagem

22 janeiro 2008

É preciso despoluir e tratar a ribeira de Bensafrim

video
Ninguém ficaria agradado com o que vi durante o passeio de barco que fiz no passado fim-de-semana na ribeira de Bensafrim. Margens sujas de lixo, água poluída, natureza e biodiversidade afectada. Um panorama algo desolador, ali mesmo à entrada da cidade de Lagos.
O passeio foi motivado por várias queixas que têm chegado ao meu conhecimento nas últimas semanas, feitas por um conjunto de pessoas de Lagos e de residentes da povoação de Portelas que suspeitam da existência de descargas para a linha de água de efluente alegadamente tratado de forma deficiente na ETAR, e que tais descargas estarão na origem dos maus cheiros que se fizeram sentir na zona como há anos não se sentia.
Durante a subida da ribeira, realizada na tarde de Sábado, pude constatar o elevado grau de sujidade da água em zonas onde seria de esperar que se visse o fundo, bem como, a acumulação de lixo e, nalguns locais, o aspecto de verdadeira ‘natureza morta’ das margens da ribeira, apesar de nessa tarde o mau cheiro não se ter feito sentir de forma especialmente anómala.
No nosso entendimento, a situação justifica solicitar esclarecimentos a quem de direito, inclusivé, à empresa ‘Águas do Algarve’, dona e gestora da ETAR. É o que vou fazer.
Recordo, com alguma decepção, que há oito anos atrás foi desencadeado pela Câmara Municipal de Lagos, em parceria com o Instituto da Água, um processo que visava uma intervenção ambiental integrada de qualificação das margens da ribeira de Bensafrim, entre a ponte D. Maria e o Paúl, processo que parece ter sido abandonado mas que se impõe retomar com o objectivo de despoluir e qualificar aquele troço da ribeira, pondo-o à disposição dos cidadãos para actividades de interpretação ambiental e de lazer nas margens e no plano de água compatíveis com a elevada sensibilidade do ecossistema da zona húmida e sapal.
Esta é a ideia que defendo.
PS: A ETAR de Lagos é uma das infra-estruturas mais avançadas do país em matéria de tratamento de águas residuais. O equipamento foi construído e financiado pela autarquia e fundos comunitários e permitiu ganhos ambientais muito significativos, eliminando as descargas de efluente não tratado na ribeira e os maus cheiros que era comum sentir na cidade, reaproveitando o esgoto tratado com vista à sua utilização na rega de espaços verdes. Até há três anos atrás a ETAR era gerida pelo município que a alienou à empresa “Águas do Algarve” por mais de onze milhões de euros, empresa à qual compete actualmente a sua gestão.
Ver notícia no "Canallagos", aqui, no "Região Sul Online", aqui.

21 janeiro 2008

Lagos para o pelotão da frente da Rede de Cuidados Continuados

Lagos continua sem estar abrangido pela Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, destinada a pessoas idosas e cidadãos em situação de dependência, ao contrário do que já sucede nos concelhos algarvios de Portimão, Lagoa, Silves, Albufeira, Loulé, Tavira e Vila Real de St.º António, e as sete camas prometidas instalar pelo Ministério da Saúde no hospital de Lagos, destinadas a ‘cuidados paliativos’, “são manifestamente insuficientes face às necessidades das populações do concelho”, sustenta o líder local social-democrata, Nuno Marques.
Para aceder ao texto integral da Nota de Imprensa veja no 'Canallagos', aqui.

04 janeiro 2008

PSD quer alameda urbana entre Lagos e Odiáxere

Partido quer evitar atropelamentos e acidentes no troço da EN125
Os sociais-democratas de Lagos querem que a via entre Lagos e Odiáxere seja transformada numa “alameda urbana, com corredores de ciclovia e passeios pedonais, iluminação, arborização, entradas e saídas disciplinadas dos estabelecimentos comerciais e industriais”, de forma a evitar atropelamentos e acidentes naquele troço na EN125.
Leia mais no "Região Sul Online", aqui e no "Canallagos", aqui.

02 janeiro 2008

Lagos: PSD acusa PS pelas desigualdades no concelho

Os sociais-democratas de Lagos aprovaram uma moção em assembleia de militantes na qual avaliam de forma muito negativa a gestão do PS à frente da autarquia nos últimos seis anos e responsabilizam integralmente os socialistas pelos resultados da sua política por “governarem em maioria absoluta e deterem a totalidade das seis juntas de freguesia do concelho”, diz o partido em comunicado.
Leia mais no "Região Sul Online", aqui, no "Canallagos", aqui e no "Observatório do Algarve", aqui.

Clique na imagem para ampliá-la